Sindicato dos Árbitros do RN repudia agressões sofridas por Leandro de Sales Barchz

Em nota divulgada na manhã desta terça-feira (14) o Sindicato dos Árbitros de Futebol do Rio Grande do Norte, repudia  as agressões sofridas pelo árbitro Leandro de Sales  Barchz, que apitou Palmeira 0 x 1 ABC domingo passado no estádio Nazarenão. 

Depois do jogo, o automóvel do árbitro foi depredado e o Palmeira através das redes sociais fez várias postagens atacando o árbitro.

Na nota assinada pelo presidente do SINDAFERN, João Henrique diz que "repudia veementemente as agressões reais ( quando quebraram o para-brisa do carro com uma pedra ) e virtuais ( nas redes sociais ) sofridas pelo nosso filiado que trabalhou na partida Palmeira x ABC, na cidade de Goianinha. Infelizmente alguns dirigentes e torcedores insistem em creditar o insucesso de suas equipes à arbitragem. Informamos que as medidas  administrativas e judiciais cabíveis que o caso requer estão em curso".

A nota diz ainda que confia na ação da Justiça: " Torçamos  e confiemos para que as Justiças Desportiva e Criminal, cumpram seu relevante papel de punir os agressores "

Comentários

  1. Brincadeira essa nota. Precisa-se de mais profissionalismo dessa categoria. Ficou bastante claro que o Palmeira foi muito prejudicado ao não ter a chance de cobrar os pênaltis (se iria converter aí é outros 500). A quebra do patrimônio particular não justifica o erro em campo, mas é uma consequência do que aconteceu nele e o Palmeira apenas reinvindica seu direitos como alerta aos demais clubes sobre o que pode ocorrer com eles. Futebol precisa ser justo com todos e arbitragem precisa deixar a sua camisa fora das 4 linhas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

América: Panela de pressão estourou

Eleição na Federação de Futsal: STJD nomeia interventor

Arbitragem feminina ganha espaço e entra para a história do futebol potiguar