Waguinho Dias e as mudanças no América que enfrenta o Potiguar


Na coletiva desta terça-feira, treinador Waguinho Dias falou sobre as mudanças que vai fazer no América que enfrenta o Potiguar

"Na nossa programação já havíamos definido que alguns atletas que vinham jogando todos os jogos iriam ser poupados para que pudessem ter uma semana de uma recuperação física e de uma recuperação principalmente emocional, então nessa partida alguns atletas que não vinham tendo oportunidade terão"

Ewerton, Arêz, Adriano Alves, Nilo e Michael; Rato, Romarinho, Leilson e Wilson; Dione e Adílio deve ser o time do América para começar o confronto desta quarta-feira (29) oito da noite na Arena das Dunas, contra o Potiguar.

As mudanças

" O Tiago Orobó tem dois cartões e nessa partida eu quero dar uma oportunidade maior ao Adílio que vem entrando em todas as partidas. Wilson é outro garoto que nos demos toda uma programação  para  recuperação, ele não está ainda 100% fisicamente, ele manca ainda mas  juntamente com a fisioterapia estamos fazendo um trabalho técnico e principalmente de ritmo de jogo. Os nossos dois laterais jogaram todas as partidas, então temos que  dar uma chance e olhar jogando o Michael e o Arêz que tem condições para isso. Vou dar continuidade ao Leílson, o Rato a mesma coisa, vamos entrar com uma equipe forte, sabemos das importância da vitória e temos que fazer a nossa parte independente do jogo do ASSU, mas temos que ganhar e torcer para que lá o ASSU consiga um resultado positivo para que a gente possa levar para dentro de casa a final".

Romarinho fora da Copa do Nordeste e Copa do Brasil

"Nós já sabíamos da expulsão, eu não sabia que tinha pego seis partidas mas nós temos outros atletas, o Rato é um atleta que me deixou muito esperançoso, então sem Romarinho é tranquilidade, nós temos outros atletas para colocar"

Equilíbrio defesa/ataque

" Se estivesse tomando gols em todas as partidas, se estivesse sendo vazado em todas as partidas  eu estaria preocupado, mas foi contra o ABC. Nosso ataque fez 22 gols e eu acho que estamos num bom caminho. No clássico tomamos quatro, mas fizemos três, contra o Botafogo nós não fizemos o gol, pegamos uma equipe muito qualificado, que também ficou atrás e nos dificultou. O Botafogo não chegou no nosso gol".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eleição na Federação de Futsal: STJD nomeia interventor

América: Panela de pressão estourou

Arbitragem feminina ganha espaço e entra para a história do futebol potiguar